Melhore sua saúde física, mental e social com a Ashwagandha

A Ashwagandha (Withania somnifera Dunal) é considerada um ativo poli farmacológico adaptogênico, utilizado numa variedade de condições, entre elas artrite e reumatismo, como um tônico para aumento da energia com consequente melhora da saúde e aumento da longevidade sendo indicado para atletas e idosos, além de apresentar ação antioxidante e anti-inflamatória. Sendo assim é um medicamento fitoterápico não toxico que normaliza as funções fisiologias equilibrando o sistema imunológico e o sistema neuroendócrino. Muito disseminada na Índia, tem sua indicação para relaxamento, sendo considerado o ‘Ginseng Indiano’, e sua raiz é considerada como afrodisíaca muito utilizada para tratar disfunção sexual masculina e infertilidade.

Entre as indicações de uso da Ashwagandha citamos o anti-estresse, tranquilizante e anticonvulsivante pela presença de substancias com efeito GABA-Mimético (principal neurotransmissor inibidor no sistema nervoso central), se tornando um bom auxiliar para aliviar o stress e ansiedade. Estudos relatam queda nos níveis do hormônio do estresse cortisol adrenal em cerca de 28%. O aumento da capacidade cognitiva do cérebro também foi observado no uso da medicação, devido o extrato da planta aumentar a capacidade dos receptores muscarínicos que são envolvidos no controle da função extrapiramidal, vestibular, em funções cognitivas como memória, aprendizado e atenção, em respostas emocionais, na modulação do estresse, no sono e na vigília.

Uma droga adaptogênica? Sim, foi observado um aumento significativo nos níveis de T4 (Tiroxina, cerca de 90% do hormônio secretado pela tireoide), além do estimulo indireto a glândula tireoide através de seus aspectos antioxidantes, por aumentar a atividade da catalase (enzima com alto poder de decompor peroxido de hidrogênio) neutralizando radicais livres que podem causar danos capilares. Além disso, foi observado em testes in vivo diminuição de glutationa em células malignas, retardando o desenvolvimento de diferentes células como as do carcinoma de mamas e outras neoplasmas, aumentando a radio-sensitividade de tumores malignos.

O uso da Ashwagandha já vem sendo observados em compostos de pré-treinos por atletas não só pela sua ação cognitiva, mas também pelo efeito imunomodulador da planta. Em tese, foi observado (em dose dependente) o aumento na atividade da nitrato sintase nos macrófagos, sendo assim, incrementando a síntese de oxido nítrico (NOX), esse que gera a hemodilatação (aumento da passagem de sangue nos vasos sanguíneo), transporte do oxigênio, equilíbrio da glicose, produção de energia e crescimento dos músculos.

Um ponto a ser considerado foi a diminuição da concentração plasmática de triglicerídeos LDL (lipoproteínas de baixa densidade) e aumenta a síntese de HDL (lipoproteínas de alta densidade), reduzindo o desenvolvimento de aterosclerose, que é um acúmulo de placas de gordura, colesterol e outras substâncias nas paredes das artérias. Também foi comprovado que reduz a síntese de triglicerídeos, o LDL é uma transportadora do colesterol do fígado até às células dos tecidos e favorece o seu acúmulo nas paredes internas das artérias, diminuindo o fluxo do sangue, estando

diretamente relacionado a doenças cardíacas, já o HDL é capaz de absorver os cristais de colesterol, que são depositados nas artérias, removendo-o das artérias e transportando-o de volta ao fígado para ser eliminado.

Vale salientar que o hormônio testosterona é sintetizado a partir da degradação oxidativa de colesterol. Um estudo recente se baseou na avaliação do efeito da raiz Ashwagandha em variáveis do sémen, biomarcadores oxidativos, e os níveis hormonais entre homens jovens com idades entre 25-40 anos inférteis na Índia. Demonstrou nos resultados o aumento de testosterona e LH entre os homens inférteis que têm a testosterona abaixo do nível ideal, em comparação com o controlo. O tratamento de homens inférteis recuperou os níveis de plasma seminal de enzimas antioxidantes e vitaminas A, C, E. Além disso, o tratamento também aumentou significativamente Linfócitos T (responsáveis pela defesa do organismo) e LH e reduziram os níveis de FSH e de prolactina (hormônio que estimula a produção de leite pelas glândulas mamárias)

Mesmo com a infinidade de benefícios a Ashwagandha tem sua contra indicação, a planta contém ferro e pode aumentar os níveis de hemoglobina e eritrócitos, então o consumo em grande quantidade deve ser evitado por pacientes com hemocromatose, doença hereditária caracterizada por uma absorção exagerada de ferro. Sua utilização deve ser evitada em associação com barbitúricos e sedativos, podendo aumentar a ação dos mesmos e seu uso deve ser banido por pacientes gravidas ou que estejam em lactação.

A menor dose eficaz recomendada para uso geral de Ashwagandha é 300-500mg três vezes ao dia, sendo recomendável que as cápsulas sejam tomadas com as refeições. Os horários vão partir de particularidades dos pacientes, idade e aspectos de saúde/sintomas, foram vistos ótimos resultados por atletas com ingestão da medicação antes de suas atividades, assim como pessoas que exigem atenção em seus trabalhos e estudos, uma forma de aproveitamento de seus benefícios é o uso antes de dormir, para um melhor relaxamento e estimulação hormonal.

Marcelo Mosqueira Rocha Graduando em Farmácia Faculdade Mauricio de Nassau / Fortaleza – CE

Instagram do Marcelo: @marcelorocha03

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

  1. Mishra et al. Scientific basis for the therapeutic use of Withania somnifera(ashwagandha): a review. Altern Med Rev. 2000; 5: 334–346.
  2. SHAH, Sonal; SARAVANAN, Raju and GAJBHIYE, Narendra Atmaram. Phytochemical and physiological changes in Ashwagandha (Withania somnifera Dunal) under soil moisture stress.Braz. J. Plant Physiol. [online]. 2010, vol.22, n.4 [cited 2016-11-06], pp.255-261.

3.Chandrasekhar K, J Kapoor, Anishetty S. Um estudo prospectivo, randomizado doubleblind, placebo – controlado estudo da segurança e eficácia de um alto – concentração total – extrato de espectro de ashwagandha raiz em reduzir o stress e ansiedade em adultos indiana J Psychol Med 2012; 34:pp.255-262.

  1. Andrade C, Aswath A, Chaturvedi SK, et al. Um duplo-cego, placebo – avaliação controlada do eficácia ansiolítica de um extrato etanólico de somnifera indiana J Psychiatry 2000; 42:. 295-301.
  2. Cooley K, Szczurko O, Perri D, et al. Cuidados naturopata para a ansiedade: um estudo randomizado controlado. ISRCTN78958974 PLoS One 2009; 4: e6628.
  3. Clodoaldo KR, Tassiany VS, T de saude, Ney MP. Ashwagandha (Withania somnifera) inverte a Î2-amyloid1-42 induzida toxicidade em células humanas neuronais: implicações nos transtornos neurocognitivos associada ao VIH (MÃO). PLoS One. 2013.
Advertisements

2 thoughts on “Melhore sua saúde física, mental e social com a Ashwagandha

  1. Fala Caio, mano eu acompanho seu canal no You Tube e me identifico muito com você, seus vídeos com a Holly, seu dia a dia nos diários, eu admiro muito seu trabalho com o canal, treino e levo a sério musculação e agora fui aprovado pra Educação Física e vou iniciar o curso no próximo ano. Quero ganhar uma das camisetas regatas que você disse num vídeo do canal que escolheria por aqui no seu blog os vencedores, pois bem: Eu mereço ganhar a regata amarela(rsrsrs) porque além de me identificar com você no pessoal, no profissional, no familiar, todo conteúdo do seu canal é nota 10, assim como você mano é nota 10, e a regata que vou ganhar também é nota 10, vou manter contato e forte abraço… ^^

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s